O tal do cateter…

Cateter para quimio!

Apesar de ter lido bastante e tentar me preparar para o que estava por vir durante o tratamento, nada me chamou a atenção para o cateter. E nada me preparou para o que estava por vir…

Inclusive durante a primeira aplicação da quimio, vi algumas pessoas que estavam recebendo o medicamento pelo cateter (que fica perto do coração) e pensei, apesar do meu pavor por agulha, ainda bem que o meu é no braço e só na hora.

Só que antes do final da quimio o enfermeiro chefe veio me ver, viu que meu braço estava meio inchado durante a aplicação, testou minhas veias e sugeriu colocar o tal do cateter (através de uma cirurgia).

Isso me pegou totalmente de surpresa… ter que passar por mais uma cirurgia!? Sério!? Anestesia novamente? Mais um corte? Mais uma cicatriz? Já não estava bom!? Meu corpo já não é mais o mesmo, como ele vai suportar bem uma cirurgia e se recuperar dela sendo que estou sendo bombardeada pela quimio?

Para piorar tudo me mandam para uma clínica em que os cirurgiões não estão nem um pouco preocupados com cateter, acham que é uma cirurgia simples demais… Acham até que podem te operar sem te ver antes… Sério!?! Como pode ser simples colocar algo no seu corpo, na veia principal que vai para o coração!? O que ocorre se eu perder esta veia? O médico auxiliar que me atendeu neste dia estava quase rindo das minhas perguntas como se isso não tivesse importância alguma e não fez muita questão de esclarecer as coisas.

Felizmente, após certa insistência da minha parte, tive a oportunidade de conhecer o cirurgião que deve me operar amanhã (15/07). Ele esclareceu minhas dúvidas e sei que esta será a forma mais segura e confortável para enfrentar as próximas sessões de quimio. Isso não diminui o medo de mais uma cirurgia, mas estou certa de que é a melhor escolha.

Agora é torcer mais uma vez para que tudo corra bem nesta cirurgia!

 (aqui vale um parênteses a respeito da seletividade no que lemos e ouvimos: minha mãe disse que a oncologista chegou a comentar sobre o cateter comigo, antes da primeira quimio, como eu só conhecia o cateter que fica para fora e não sabia que as veias periféricas não iriam suportar, eu devo ter ignorado e realmente não lembro de nada!)

Para quem quer entender melhor como é este cateter, este link explica bem: http://cirurgia.med.br/2012/01/cateter-para-quimioterapia/

E aqui responde algumas dúvidas adicinais: http://www.oncoguia.org.br/mobile/conteudo/informacoes-ao-paciente-sobre-portacath-cateter-totalmente-implantado/246/107/

Anúncios

4 comentários sobre “O tal do cateter…

  1. Camila disse:

    Laura, já te admirava como pessoa e como profissional e hoje, ao ler seus textos, essa admiração só cresce.
    Acho incrível a forma racional, segura e otimista que você tem de enfrentar o câncer . Certamente essa postura contribuirá bastante para a cura definitiva.
    Torço pela sua recuperação e te desejo muita força nesse momento!
    Com carinho,
    Camila Lopes

    Curtido por 1 pessoa

  2. Almeri Fernandes Sousa. disse:

    Filha..realmente para uma pessoa super saudável (que quase nem gripava, nunca havia sido internada )..este ano foi bem pesado…mas vc é uma guerreira, vencerá qualquer barreira! ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s